Alergia ocular: porque acontece e como tratar?

Tempo de leitura: 3 minutos

A nossa visão é um sentido essencial nas nossas vidas. Já se imaginou sem ele? O nosso dia a dia passaria a ser bem mais complicado. Por isso, cuidar da saúde dos olhos é muito importante e, ainda que o problema pareça pequeno, procurar o especialista desde o primeiro momento evita diversas complicações.

Uma situação que costuma ser negligenciada pelas pessoas é a alergia nos olhos. Normalmente, isso acontece por conta de uma resposta excessiva do próprio sistema imune. Quadros mais graves podem resultar em coceira excessiva e alta sensibilidade à luz. Não realizar o tratamento pode levar, inclusive, à perda da visão.

Descubra um pouco mais sobre como a alergia nos olhos pode ser prejudicial e como resolver esse problema!

Principais sinais e sintomas

Entre os sinais clássicos da alergia nos olhos estão a fotossensibilidade (dificuldade de enxergar com muita luz), lacrimejamento e secreção abundante. Uma complicação que pode surgir por conta da coceira excessiva é a ceratite, uma inflamação que ocorre na região córnea e que tem como principal função proteger os nossos olhos.

A alergia ocular pode se desenvolver em crianças, jovens, adultos e idosos e costuma ocorrer pela utilização de alguma substância como maquiagem, protetor solar, cremes para o rosto, entre outros. Também pode ocorrer pelo contato com pólen, ácaros, pelo de animais e outros agentes que ficam espalhados pelo ambiente.

Porém, em todos esses casos, o paciente já apresenta uma predisposição para problemas alérgicos e essa condição nos olhos acaba se tornando mais um deles.

Formas de tratamento

Ao sentir esses sinais e sintomas, o ideal é marcar uma consulta com o oftalmologista. Ele fará os exames necessários e, na maioria dos casos, prescreve um colírio específico para o tratamento da alergia.

Além do uso dessa medicação, pode ser necessário fazer algumas mudanças no ambiente no qual o paciente vive. Os primeiros cuidados devem ser com a limpeza da casa, assim, é necessário ficar bem longe da vassoura ou do pano de poeira, sendo preciso contratar uma pessoa que faça esse serviço.

Outra mudança ambiental bastante útil é a remoção de peças da casa que costumam acumular poeira como tapetes e cortinas.

Pode ser necessário também uma modificação na dieta, removendo alimentos que têm fama de exacerbar processos alérgicos como o leite, o amendoim, os frutos do mar e assim por diante.

Demais complicações

Caso o problema não seja tratado com antecedência, muitas são as complicações que podem acontecer. Por exemplo, a coceira extrema pode levar à úlceras e também infecções na córnea que podem deixar o indivíduo cego ou promover uma perda de visão severa. Uma infecção bastante comum é pelo vírus da herpes.

Outra complicação é a mudança de formato da córnea e acaba causando a condição chamada ceratocone, na qual a córnea faz uma curva para fora do globo ocular.

Ainda não foi encontrada uma cura para problemas alérgicos, mas é possível controlar os sinais e sintomas que eles provocam. Vá ao especialista assim que surgirem os primeiros sinais e sintomas, quanto mais cedo o tratamento for iniciado, melhor o prognóstico.

Compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a cuidarem melhor da saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *