Hipoglicemia e seus efeitos na visão.

Tempo de leitura: 3 minutos

Uma das grandes preocupações as pessoas é com a Diabetes, uma doença crônica e que não tem cura, causada pelo excesso de glicose na corrente sanguínea ou também por uma deficiência na produção de insulina. Por conta disso, muitos se esquecem a hipoglicemia, ou seja, dos efeitos que a baixa taxa de glicose no sangue pode provocar.

Um dos mais graves é a perda de visão, ou seja, a hipoglicemia pode levar à cegueira. Vamos agora saber como e porque isso acontece.

Por que a hipoglicemia pode resultar em perda de visão?

A retina, uma camada que fica no fundo do olho e que ajuda na formação da imagem, possui um metabolismo intenso. Por isso, precisa de um grande aporte de energia. Essa energia vem dos alimentos que possuem açúcares que, quando dentro do nosso organismo, são metabolizados e convertidos em glicose, nossa moeda energética.

Durante a noite, os nosso metabolismo fica mais lento e as taxas de açúcar na corrente sanguínea caem. Não chegamos a entrar em um estado de hipoglicemia até porque o nosso corpo está se preparando para dormir e todo o organismo se prepara para esse momento. Assim, a retina também diminui sua atividade.

Então, logicamente, se há falta de açúcar, não há como a retina funcionar corretamente e a imagem não se forma. Esse também foi o resultado de um estudo com ratos geneticamente modificados que passaram por uma hipoglicemia crônica. As células da retina começaram a morrer e aos 10 meses de idade eles perderam a capacidade de enxergar.

Quais os outros problemas de visão causados pela hipoglicemia?

A redução dos níveis de açúcar no sangue pode provocar tonturas, fadiga, dor de cabeça e visão embaçada. A visão embaçada ocorre justamente pelo fato de a retina não funcionar da forma correta na presença de pouco açúcar. Em casos mais graves, pode até levar o paciente ao coma. Em casos assim, o ideal é ingerir alimentos de açúcares simples como refrigerantes, biscoitos, pão, entre outros do tipo.

Ainda não há um número estabelecido para indicar a hipoglicemia, mas acredita-se que valores abaixo de 60mg/dl a 70 mg/dl possam desencadear uma crise. Existem algumas pessoas que fazem parte do grupo de risco como os diabéticos, pessoas abaixo do peso, crianças com menos de 7 anos e idosos.

Como prevenir a hipoglicemia?

Para prevenir, é preciso antes saber a causa da hipoglicemia. Se for por causa da falta de alimentação por muitas horas, então para evitar esse tipo de problema, esteja sempre com algum alimento dentro da bolsa e coma em intervalo de tempo regulares. Lembre-se que o nosso corpo é uma máquina complexa, mas, como qualquer outra, precisa de combustível.

Quem tem hipoglicemia pós-prandial, também chamada de reativa (situação na qual há o desequilíbrio entre a insulina e  a glicose), pode se beneficiar fazendo algumas trocas. Por exemplo, reduzir o consumo de alimentos com índice glicêmico elevado como pão, doces, biscoitos e outros pelos ricos em fibras como frutas e verduras é uma ótima estratégia.

Saiba também sobre a retinopatia diabética e as doenças que podem prejudicar a visão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *