DMRI: conheça a doença que degenera a sua retina

Tempo de leitura: 4 minutos

Se você é uma pessoa que se preocupa com a saúde e por isso acompanha o nosso Blog semanalmente, e também adquiriu o nosso ebook gratuito sobre o tema, com certeza já está bem informado sobre os de assuntos relacionados à retina (Veja nossas matérias anteriores). Por isso, hoje, vamos dar continuidade ao conteúdo e falar de uma doença que afeta, principalmente, as pessoas de idade mais avançada: a Degeneração Macular Relacionada à Idade.

O que é DMRI?

A Degeneração Macular relacionada à idade é o problema onde a mácula (camada interior da Retina que é responsável pela visão dos detalhes é afetada por conta do envelhecimento, de forma inevitável). Sendo a principal causa da perda de visão central entre os idosos, ela ocorre devido a alteração da mácula, que sofre alteração e não funciona corretamente.O DMRI é um processo degenerativo que, se não precavido e tratado, pode levar à cegueira. A doença atinge, principalmente, pessoas com idade acima dos 50 anos e não tem cura, porém, a medicina, hoje, dispõe de tratamentos para a doença.

Ela se divide em dois tipos:

DMRI Seca: Comum na maioria dos pacientes, é o tipo menos grave da doença e acomete cerca de 90% dos pacientes com DMRI. É caracterizada pela formação de pequenos depósitos de “drusas” (depósitos brancos ou levemente amarelados de gorduras e proteínas situados na retina que podem ter consistência dura ou mole), estas que deterioram o centro da retina.

DMRI exsudativa: O tipo exsudativo é o mais perigoso e agressivo de todos, mas acontece quando a DMRI não está sendo devidamente tratada e progride para um grau mais severo da doença. Nesse tipo, surgem vasos sanguíneos doentes sob a retina, ocasionando em sangramentos, o que acarreta, como consequência, à perda de visão de maneira gradativa e irreversível da visão. Ou seja, com o tempo a visão se altera e pode gerar a cegueira.

Como identificar a DMRI?

Por ser um fator natural, acarretado por fatores genéticos e hereditários e também influenciados pelo metabolismo e ao ambiente (desenvolvido com a idade), a Degeneração se desenvolve de forma diferente em cada pessoa. A doença, porém, é sintomática e manifesta alguns sinais como:

  • Perda gradual da capacidade de ver objetos nitidamente;
  • Visão distorcida (os objetos parecem ser do tamanho ou forma errado, linhas retas parecem onduladas ou tortas);
  • Perda gradual da visão de cores claras;
  • Aparecimento de uma área escura ou vazia no centro da visão.

Este último faz com que enxergar com nitidez se torne uma tarefa difícil e realizar atividades normais como ler, reconhecer pessoas e dirigir seja uma tarefa difícil de se fazer. Veja na imagem abaixo, um exemplo de como fica a visão com DMRI:

 

Há também um modo de autoavaliação da mácula e este é realizado através do teste da Tela de Amsler. Por isso, acompanhe:
1° Coloque os óculos para perto, caso precise.
2° Feche o olho esquerdo com a palma da mão
3° Olhe na tela com o olho direito e fixe o olhar no ponto central. Verifique se as grades estão tortas, se há alguma mancha ou se falta uma parte da tela.
4° Repita o teste tampando o olho direito, mantendo o esquerdo aberto.

Agora analise os exemplos abaixo. Se você enxergou a tela de alguma destas três maneiras apresentadas, você provavelmente possui alguma alteração na mácula. Por isso, não dê tempo para que a doença progrida,marque agora uma consulta com um médico da Camargo Zambrin!

 

 

Hábitos como tabagismo, dietas com muita ingestão de gordura e exposição excessiva ao Sol são fatores que contribuem para o surgimento precoce da DMRI.

Na Camargo Zambrin, realizamos o procedimento de Diagnóstico por meio de exames da Retina. A prevenção é a melhor maneira para se tratar a DMRI, que pode ser descoberto antes mesmo do aparecimento dos primeiros sintomas. Por isso, realize regularmente visitas a um médico oftalmologista (Conheça a equipe médica Camargo Zambrin)

Fontes: Revista VejaBem; CBO.

Leu a matéria e ainda restou alguma dúvida? Deixe o seu comentário logo abaixo

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *