Você conhece o segredo para prevenir doenças relacionadas à retina?

Tempo de leitura: 4 minutos

Se você é um leitor (a) fiel do Blog da Camargo Zambrin, já está muito bem informado do que é uma Retina, pelas nossas postagens acerca do assunto e também pelo nosso e-book Retina: doenças e tratamentos. Porém, se é a primeira vez que você está acessando os conteúdos do nosso hospital de olhos, não se preocupe! Vamos te orientar o que essa pequena região no interior dos olhos representa para a sua visão!

 

Basicamente a retina é uma camada localizada no interior do olho, constituída basicamente de tecido nervoso, que recebe a luz externa e a converte em imagens. Para ilustrar melhor o funcionamento da retina, imagine como funciona a câmera fotográfica.

Ao realizar um disparo, a câmera capta a luz de seu exterior e a converte em imagens, registrando-a em um filme fotográfico. Ou seja, é uma camada interna do globo ocular que é sensível a luz e transforma os estímulos luminosos em imagens ao enviá-los ao cérebro.

 

 

Alimentação

Hábitos alimentares têm muita coisa em comum com a saúde ocular, o que muitas pessoas não sabem. Existe um imenso cardápio de alimentos que são ricos em vitaminas e nutrientes que contribuem com a capacidade de enxergar e ainda diminuem os riscos do surgimento de possíveis doenças oculares, como a DMRI (conheça a doença que degenera a sua retina) e o Glaucoma.

As famosas vitaminas A, C e E, minerais como o zinco, ferro, cálcio, e ácidos graxos como o precioso ômega 3 são indispensáveis para a saúde da visão, pois além de contribuir com o bom funcionamento do organismo visual, ainda contribuem como antioxidantes, estimuladores da boa pressão arterial e preservam os vasos sanguíneos que irrigam a região ocular. A falta desses nutrientes abre as portas para o surgimento de doenças como a Síndrome do Olho Seco, Retinopatia, Fotofobia (Descubra se você é fotofóbico clicando aqui) e cegueira noturna.

Por isso, incluir na dieta alimentos como peixes, ovos, frutas, legumes, verduras, alho, cebola, manjericão e orégano são ótimos incentivos à saúde visual.

Leia também o nosso Post sobre a Dieta Da Visão!

 

 

Hábitos de vida

O corpo humano é uma máquina e foi feita para movimentar-se, por isso nunca é tarde para começar praticar atividades físicas. Passar horas sentado na frente de um computador no trabalho, ou assistindo programas de TV, no trânsito e outros desgastes que somos expostos durante nossos exaustantes dias prejudicam nosso organismo com todo o estresse, sono e má alimentação.

Portanto, diga tchau à vida sedentária e inicie o quanto antes a prática de exercícios físicos e tempos para o descanso. Somente assim se poderá alcançar uma vida com mais longevidade, se desviando de doenças que afetam a corrente sanguínea como a hipertensão arterial (Hipertensão também pode te deixar cego! Descubra como, aqui) e contribui para evitar e no tratamento de doenças como a Diabetes.

 

Exames de rotina

O acompanhamento médico é essencial mesmo para aquelas pessoas que não possuem doenças oculares e servem para prevenir possíveis alterações que possam vir acometer o paciente futuramente. Há doenças que são silenciosas e estão em constante desenvolvimento sem nem mesmo o paciente saber. Por isso, dispomos no Blog da Camargo Zambrin, constantemente, informações e orientações de como evitar o progresso de doenças visuais. A maioria das pessoas acreditam que os problemas visuais são percebidos logo que aparecem, o que é um equívoco.

Muitas doenças visuais e dificuldades de enxergar podem ser evitadas com o acompanhamento oftalmológico anual. Por isso é recomendável a realização de exames de rotina para acompanhamento oftalmológico de pelo menos uma vez por ano (ou de acordo com a orientação médica).

 

Cuidados

Algumas coisas que passam despercebidas em nossa rotina durante o uso de nossa visão podem estar contribuindo seriamente para a degradação contínua da qualidade visual. Hábitos como esforçar para ler em ambientes escuros ou que não ofereçam qualidade para a leitura, ficar horas na frente de um monitor, tocar os olhos com as mãos usar lentes de contato de forma inadequada, utilizar maquiagens muito próximas ao globo ocular, utilizar óculos de sol com lentes de má qualidade, expor os olhos excessivamente à radiação solar e à poeira e outros ciscos que possam irritar ou contaminar os olhos são alguns costumes que devemos nos atentar para evitar riscos de lesões, erros de refração (como a miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia), o desenvolvimento de anomalias como o descolamento de retina e o processo de degradação como ocorre com a Catarata.

Fonte: Revista VejaBem

 

 

 

Leu a matéria e ainda restou alguma dúvida? Deixe o seu comentário logo abaixo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *